sábado, 2 de dezembro de 2017

Bora passear 3 dias em Madri (2a. parte)?

Dando continuidade ao nosso roteiro de três dias em Madri, hoje iremos explorar a região dos seus principais museus, e, pra variar, terminar o dia petiscando jamón ibérico com queso manchego, acompanhado por uma bela jarra de sangria na Plaza Santa Ana. Topa?


Não há melhor forma de conhecer uma cidade do que caminhando. Somos apaixonados pelos lugares que nos permitem andar sem medo. Sabe o que é melhor? Madri tem TODOS os requisitos: oferece transporte público de qualidade e um monte de coisas legais pra fazer.

BORA PRA LÁ COMIGO?




Quer saber como foi nosso primeiro dia? Então dá uma olhada no "Bora passear 3 dias em Madri (1a. parte)?".




Dia 2 - Madri

É importante você saber que não é recomendável conhecer os três grandes museus da capital espanhola num mesmo dia (é algo insano!). Embora eles estejam próximos um do outro, sugerimos que você escolha um ou dois pra não se tornar um martírio ao invés de algo prazeroso.




Vamos começar nosso passeio na Estación Atocha. Se você estiver hospedado longe da região, pode chegar aqui facilmente pela linha 1 do metrô (Pinar de Chamartín/Valdecarros). Esta linha tem também parada na estação da Puerta del Sol, local de início do roteiro do dia 1.

Além de ser a principal estação de trens de Madri, Atocha tem algo mais de diferente. Sua área mais antiga, inaugurada em 1851, abriga também um jardim interno com mais de 500 espécies tropicais.

Nossa primeira parada importante é no Centro de Arte Reina SofiaO edifício original foi construído no final do século XVIII para abrigar o Hospital Geral de Madrid. Foi transformado em centro de arte em 1992. Esta é a casa da arte contemporânea em Madri, com obras de Picasso, Salvador Dalí e Joan Miró. Destaque para o quadro Guernica, de Picasso.

Saindo do Reina Sofia, vamos caminhar pelo Paseo del Prado. Quem não sonha em ter na sua cidade um lugar tão bonito para caminhar? Vale o passeio mesmo que você decida não entrar em nenhum dos museus.


Nossa segunda parada é para quem gosta de arte espanhola, principalmente Goya e Velasquez: o Museo do PradoHá também outras obras importantes, mas a maior parte do acervo é mesmo de artistas espanhóis. Prepare-se para caminhar bastante, pois o Prado é imenso! Particularmente achamos a visita cansativa, pois é muito do mesmo estilo. Sugerimos selecionar o que mais lhe agradar.

As entradas são vendidas na frente do museu (prédio neoclássico de 1785).



A entrada do museu é pela Puerta de Jerônimos na área mais nova, do lado contrário ao Paseo del Prado. 


O último dos três principais museus madrilenhos é o Thyssen BornemiszaNós o indicamos para quem prefere visitar um museu mais abrangente, com um ótimo acervo de arte européia dos tempos medievais até os contemporâneos. A coleção inclui obras de Van-Gogh, Goya e Picasso. Seu acervo é considerado uma das coleções particulares mais importantes do mundo.

É provável que neste momento sua cota de museus tenha se esgotado, certo? Então bora caminhar.

Um pouco mais adiante você irá ver um obelisco: o Monumento a los caídos por España. Apesar de discreto, ele homenageia as vítimas de um dos momentos mais heroicos dos madrilenhos, o levante de 2 de maio de 1808, quando eles se rebelaram contra as tropas de Napoleão e acabaram sendo massacrados. 



Continuaremos pelo Paseo del Prado em direção uma das mais belas praças de Madri: a Plaza de Cibeles. É o ponto que divide os distritos do RetiroCentro e Salamanca. No seu centro há uma fonte esculpida no ano de 1792 com a estátua da grega Cibeles, considerada a deusa da "Mãe Terra", protetora da natureza. 




O lugar também se destaca pela beleza dos prédios em volta. Nosso preferido é o Palacio de Comunicaciones, atualmente conhecido como Palacio Cibeles. 

Reparem que no momento que o visitamos havia uma faixa em favor dos refugiados do oriente médio. Como o prédio é um dos símbolos de Madri, manifestos são comuns (e bem vindos).



O prédio foi construído no início do século XX como sede dos Correos y las Telecomunicaciones (daí veio seu nome original). Atualmente abriga o centro cultural CentroCentro e as principais instalações do Ayuntamiento de Madrid (a Prefeitura da cidade). 



Que tal conhecê-la de um ângulo diferente? Então vamos subir até o 8o. andar do CentroCentroo Mirador de Madrid.


Se você ainda tiver disposição e te sobrar um tempinho, vamos continuar nosso passeio num dos principais parques da capital espanhola: o Parque del Buon Retiro. Fica bem pertinho de onde estamos.

Para finalizar o dia, vamos seguir pela Calle de Alcalá até a nossa conhecida Puerta del Sol. Nosso destino é a Plaza de Santa Ana (foi aqui que nos hospedamos).



A praça foi construída no início do século XIX e é um ótimo lugar para tomar uma boa sangria acompanhada de queijos, embutidos e jamón ibérico. Tem forma melhor de encerrar o dia? Tim-tim!



Nossa viagem em Madri continua na terceira parte do roteiro.



Informações Importantes

Onde ficar

Para facilitar nossa locomoção em Madri, optamos por ficar numa região o mais central possível e com facilidade de estacionamento, pois iríamos alugar carro para conhecer o entorno da cidade. Nossa escolha foi o Hotel Miau. O hotel tem nota 8,4 no Booking e nossa avaliação foi 8,3.

A única ressalva que tivemos em relação ao hotel foi a dificuldade com o carrinho da nossa bebê devido ao tamanho do elevador (minúsculo), mas no geral gostamos bastante. Além da localização excepcional, toda a equipe do hotel foi bastante atenciosa. Vale acrescentar que há um estacionamento público (pago) na Plaza Santa Ana (logo ao lado).


Preços e horários

Centro de Arte Reina Sofia
Preço: Adulto €8
Segunda e quarta a sábado 19-21hs grátis
Horários
Segunda e quarta a sábado 10-21 hs;
Domingo 10-19 hs.
Sítio: www.museoreinasofia.es

CentroCentro (Mirador Madrid)
PreçoAdulto €2 / crianças menores de 12 anos €0,50
HoráriosTerça a domingo 10h30-13h30 e 16-19h
As visitas ao mirador acontecem a cada meia hora. Você deve comprar a entrada no térreo, subir ao 6o. andar para só então ter acesso ao topo do edifício no 8o. andar. 
Sítio: www.centrocentro.org

Museo do Prado
PreçoAdulto 15€ /criança grátis
Segunda a sábado 18-20hs e domingo 17-19hs grátis
Horários
Segunda a sábado 10-20 hs
Domingo e feriados 10-19 hs.
Dicas:
É recomendável comprar os ingressos antecipadamente no sítio do museu para evitar filas. Mas, se você não comprou, ainda há salvação. Há um quiosque no Paseo del Prado, bem próximo à Fuente de Netuno, que vende entradas pelo mesmo preço.


Não deixe de pegar o mapa na entrada do museu para aproveitar melhor sua visita.
Sítio: www.museodelprado.es

Museo Thyssen-Bornemisza
PreçoAdulto €10 /criança grátis
Segunda grátis
Horários
Segunda 12-16hs
Terça a domingo 10-19 hs.
Sítio: www.museothyssen.org


#borapralacomigo #espanha #madrid #madri

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...