domingo, 29 de abril de 2018

Bora passear em Sevilha (parte final)?

Quando decidimos visitar Sevilha na última viagem que fizemos à Espanha ficamos um pouco desconfiados, pois seria a segunda vez que visitaríamos a capital da Andaluzia. Nós nos perguntamos se não seria monótono ir novamente. Qual você acha que foi nossa conclusão?



Nunca é demais ir a Andaluzia, tamanha é a riqueza cultural do sul da Espanha. Terminamos a viagem fazendo planos para a próxima.

BORA PRA LÁ COMIGO?

Começamos a descrever como foi nosso passeio em Sevilha na publicação Bora passear em Sevilha (parte 1). Nela falamos sobre a Catedral La Giralda, o Archivo de Indias, a Torre del Oro, passeamos às margens do Rio Guadalquivir, conhecemos a Plaza de Toros La Maestranza, descrevemos o bairro de La Triana, o Museo Antiquarium e terminamos tomando uma bela jarra de sangria no Metropol Parasol. Foi bom, ein?

Roteiro

Dia 2

 


Nosso segundo dia em Sevilha começa num dos lugar mais incríveis de toda a Espanha: o Real Alcázar


O Alcázar foi construído originalmente como fortaleza em 913. Nesta época Sevilha era governada pelos árabes Almohades. Durante o século XI, os governantes muçulmanos estenderam a fortaleza original e construíram do primeiro palácio na ala oeste do Alcázar. No século seguinte outro palácio foi construído na ala leste onde atualmente está o Patio del Crucero.

Após a reconquista de Sevilha pelos Cristãos em meados do século XIII, o rei Fernando III se mudou para o Alcázar e a partir daí várias intervenções foram feitas na antiga fortaleza moura. A mais exuberante delas foi iniciada em 1364 pelo rei Pedro I quando ele decidiu construir a residência real dentro dos antigos palácios Almohades. A obra foi conduzida por artesãos mudejares e ao final de dois anos estava pronta uma das maiores joias da Andaluzia e da Espanha. 

Nesta publicação não vamos mostrar o roteiro completo da visita (quem sabe em outra publicação?), mas não podemos deixar de mostrar o que mais gostamos. 

O primeiro aposento que queremos destacar fica dentro do palácio construído por Pedro I: o Patio de las Doncellas.


O próximo aposento que iremos destacar é o Salón de Embajadores. Esta era a sala do trono do rei Pedro INão deixe de olhar para o impressionante teto do salão. Os múltiplos padrões representam o universo!


Uma das áreas que sofreram mais intervenções foi o Palacio Gotico, originalmente construído no século XIII. O nome atual dos seus salões remete ao rei Carlos V (século XVI).


Chegamos agora aos Jardines. Reserve um bom tempo para passear por suas fontes e praças.


E por último não poderíamos deixar de lembrar que o Real Alcázar é um palácio ainda em uso. Os quartos reais altos fazem parte da ala utilizada pela família real quanto visitam Sevilha

Vale demais visitá-los pela sua beleza e importância, mas deixamos aqui uma grande ressalva: nós nos sentimos sendo conduzidos como bichos! Fomos acompanhados por um segurança que nos pressionava o tempo todo à medida que o audioguia prosseguia descrevendo cada recinto. Além disso, a recepção na entrada também foi muito bruta e parecia até que estavam nos fazendo favor.

Pra piorar não são permitidas fotos nem entrar com bolsas ou carrinhos de bebê. Se estiver com bebê de colo, vai ter que segurar no "muque" mesmo.

Saindo do Real Alcázar, vamos passear pelo bairro de Santa Cruz.


O legal aqui é mesmo se perder. O antigo bairro judeu, conhecido como judería, é cheio de ruas estreitas com pequenos restaurantes, lojas e praças. Experimente dar uma paradinha pra se refrescar ou fazer um lanche.

Nossa próxima atração fica ao sul do Bairro de Santa Cruz: os Jardines de Murillo.


Eles eram originalmente a horta dos Reales Alcázares. Seu nome faz referência ao pintor Bartolomé Murillo. Bora caminhar?


Bem no meio dos jardins encontramos o Monumento a Colombo. Ele foi levantado em homenagem ao descobridor das Américas. O objeto no centro do monumento é uma representação em bronze da caravela Santa Maria.


Vamos caminhar pelo Jardines de Murillo em direção à Plaza Don Juan de Austria e depois pela Av. El Cid. Nosso objetivo é chegar a um dos lugares que mais amamos em Sevilha: a Plaza de España.


A construção é a principal herança da Exposición Iberoamericana de 1929. Se de longe já é bonito, de perto é ainda mais. Bem na parte inferior, pode-se ver cenas das antigas províncias espanholas retratadas em cerâmicas.

O lugar já foi cenário de inúmero filmes. Talvez o mais famoso deles ainda seja Star Wars - Episódio II - Ataque dos Clones, mas houve também outros, como Lawrence da Arábia.


A Plaza de España é a atração mais marcante do Parque Maria Luíza, mas há outras bem legais. Além de ser um ótimo lugar para caminhar e possuir uma área verde incrível, ainda podemos conhecer um pouco mais da história antiga da cidade, como o Museo Arqueologico, que exibe artefatos da época do Império Romano, e o Museo de Artes y Costumbres Populares, com um belo acervo de cerâmicas.

Terminamos nossos dois dias na capital da Andaluzia assistindo a um show de Flamenco. Nós optamos pelo El Arenal por se tratar de um espetáculo de raiz, e não nos arrependemos. ¡Olé! 



Informações importantes

Onde ficar

Como os hotéis perto do centro são muito caros, nós optamos ficar um pouco afastados, mas com a condição de não perder muito tempo com deslocamento. Escolhemos o Silken Al-Andalus PalaceEle possui avaliação 8,2 no Booking (nossa nota foi 8,8).

O hotel é simplesmente incrível. Além de possuir academia, salão de beleza, piscina e restaurante, o acesso de ônibus para a Plaza de España também é rápido e fácil (fica localizado nas proximidades do estádio do clube de futebol Real Bétis). Não poderíamos deixar de mencionar o atendimento diferenciado e o café-da-manhã espetacular.

Horários e Preços

El Tablao El Arenal
EndereçoC/ Rodo, no. 7, 41001
Preços€39,00 com direito a uma bebida. Há outras opções, como por exemplo com jantar.
ReservasÉ essencial reservar com antecedência.
Sítio: tablaoelarenal.com/home-en/

Parque de Maria Luisa
Horário
Setembro a junho: 8-22hs
Julho a agosto: 8-24hs.

Real Alcazár
Endereço
A entrada do Real Alcázar é na Puerta del León, Plaza del Triunfo, bem ao lado do Archivo de Indias. 
Preços: 
Grátis para menores de 16 anos;
Grátis nas segundas-feiras (não inclui os quartos reais altos)outubro a março das 16-17hs e abril a setembro das 18-19hs;
Tipos de entrada
Entrada geral (Planta baixa, Palácio e Jardins): €11,50;
Quartos reais altos: €4,50;
Alcazar + Quartos reais altos: €16,00;
Visita noturna teatral: €14,00;
Audioguia: €5,00.
Horários:
Quem for visitar os quartos reais altos deve chegar com 30 min de antecedência ao horário agendado;
Segunda-feira a domingo, exceto 01/jan, 06/jan, sexta-feira santa e 25/dez;
Outubro a março: 09h30-17hs;
Abril a setembro: 09h30-19hs.
Compra antecipada:
Essencial para quem deseja visitar os quartos reais altos, pois o número de vagas é limitado. A compra antecipada é importante também para evitar as filas, principalmente na alta estação. 
Cobra-se €1,00 de taxa pela compra antecipada.
Sítio: www.alcazarsevilla.org


Museo Arqueológico
EndereçoParque de Maria Luiza
Preço: €1,00
HorárioTerça-feira a sábado das 10hs-20h30 e domingo das 10hs-17hs.



#borapralacomigo #Espanha #Sevilha #Sevilla

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...