sábado, 25 de julho de 2015

Bora passear no Puerto Madero, Buenos Aires?

Você já ouviu falar da revitalização do antigo porto de Buenos Aires? Se ainda não, vai se surpreender. A região abandonada e degradada por décadas se transformou no Puerto Madero, um exemplo para o mundo de como transformar positivamente um bairro de uma cidade.



Então bora passear no bairro mais refinado de Buenos Aires?



Como tudo começou

Ao final do século XIX a cidade de Buenos Aires vivia um vigoroso crescimento e sentia cada vez mais a necessidade de ter um porto que permitisse a chegada de grandes embarcações, pois o baixo calado do Rio de la Plata as obrigava a atracar longe da margem do rio. Foi então que o engenheiro Eduardo Madero venceu a concorrência para construção do porto e seu projeto começou a ser executado. Porém, o porto que seria solução para o aumento do fluxo de pessoas e mercadorias em Buenos Aires acabou não atendendo e sendo descartado poucos anos após a sua inauguração. A construção do novo porto no Retiro nos anos seguintes, este mais moderno e de maior capacidade, acabou sendo o tiro de misericórdia para o completo abandono.

E assim ele permaneceu até os anos 1990 quando um arrojado projeto de urbanização foi posto em prática. Desde então, os velhos galpões de arquitetura tipicamente inglesa passaram a ser usados como escritórios, hotéis, universidade, bares e restaurantes. 



O bairro é dividido em 4 regiões chamadas de diques e enumeradas no sentido sul-norte.



Nosso passeio começa pelo Dique 4 onde fica a estação de barcos da Buquebus. Ela é a principal empresa que faz o trajeto para Colônia del Sacramento e Montevidéu.




Museo Fortabat

Nossa primeira atração exibe o acervo da empresária milionária Amalia Lacroze de Fortabat. Seus salões apresentam obras de artistas nacionais e internacionais.



O acervo é na sua maioria de pintores argentinos, como Xul Solar, Prilidiano Pueyrredón, Pedro Figari, Antonio Berni, entre outros. São poucas, porém há obras de artistas internacionais, como Salvador Dalí, Auguste Rodin e Marc Chagall. Um dos destaques é a pintura da proprietária de autoria de Andy Warhol (que chique, ein?). Também fazem parte do acervo alguns artefatos egípcios e bizantinos. 

Quando visitamos, havia uma exposição temporária de Nicola Constantino com peças, fotos e objetos de Eva Perón. O ensaio se propunha a reproduzir situações do cotidiano de Evita num vídeo exposto nas paredes das salas, cada sala com uma situação diferente. Achamos meio estranho, mas interessante.

É proibido tirar fotos no interior do museu.

Preço da entrada: AR$30 (R$8,33) 
Horário de aberturaTerça a domingo das 12h00-20h00
Visitas guiadas: 15h00 e 17h00 (incluso no ingresso) - em espanhol


Fragata Sarmiento

O barco-escola foi construído na Inglaterra no final do século XIX e acabou virando uma das atrações mais divertidas para crianças e adultos de todas as idades. O nome do barco é uma homenagem ao presidente que fundou a escola naval do país.



Seu interior conta um pouco da história da marinha argentina e das 39 viagens internacionais da fragata feitas entre 1897 e 1938. Além de você poder conhecer toda a parte interna da fragata, estão expostos itens do dia-a-dia, como equipamentos de navegação e objetos pessoais dos marinheiros.



Preço da entradaAR$5 (R$1,39)
Horário de aberturaDiariamente das 10h00 às 19h00


Puente de la Mujer

A única obra na América Latina do renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava fica bem pertinho da Fragata Sarmiento. A denominação da ponte é devido aos nomes das ruas do bairro serem uma homenagem a algumas das mulheres argentinas mais relevantes. 



A ponte foi inspirada num casal dançando tango. O que você acha? Conseguiu visualizar um dançarino abraçando sua parceira?



Se você está se perguntando como os barcos passam por esta parte do rio, a ponte gira 90 graus para liberar a passagem.


Reserva Ecológica Costanera Sur

Quem conhece a Costanera Sur apenas nos dias de hoje não tem ideia do que ela passou desde sua construção no início do século XX. O que era um típico balneário popular, acabou sendo abandonado e virando um lamaçal. Diversas iniciativas de recuperação foram feitas, mas só após a área ser transformada em Reserva Ecológica (1986) e com a contribuição do projeto de reurbanização de Puerto Madero se obteve sucesso.

Atualmente seus 350 hectares recebem muitos visitantes todos os dias dispostos a ver a sua rica biodiversidade, caminhar ou passear de bicicleta. 

Preço da entrada: Gratuito
Horário de abertura
Terça a domingo 
Abril a outubro das 08h00-17h30 / novembro a março das 08h00-19h00
Passeios guiados: Finais de semana às 10h30 e 15h30 e nas noites de lua cheia (necessário agendar).


Casino Puerto Madero


O cassino de Puerto Madero fica localizado num barco ancorado na região mais ao sul de Puerto Madero. É uma réplica dos antigos barcos que navegavam no Rio Mississipi.

O interessante é que estabelecimentos de jogos de azar não eram permitidos na cidade, diferentemente do resto do país. Porém, seus proprietários encontraram inteligentemente uma saída legal instalando-o num barco, pois as águas do rio são consideradas como território nacional e não municipal.

Não se pode tirar fotos no interior do cassino.

Horário de abertura: 24 horas por dia durante todos os dias da semana.


Hospedagem top

O bairro possui alguns dos melhores (e mais caros) hotéis da cidade, dentre eles os cinco estrelas Faena Hotel Buenos Aires (primeiro hotel da América do Sul desenhado por Phillippe Stark), Hilton Buenos Aires e o Hotel Madero Buenos Aires (antigo Sofitel)

Se grana não é problema pra você, aproveite e se hospede num lugar pra lá de refinado.



O bairro é considerado o mais seguro de Buenos Aires, consequência da forte atuação da polícia e da grande quantidade de vigilância privada.



Vai viajar para Buenos Aires? Então confira algumas dicas básicas.

Não sabe em que bairro vai se hospedar? Tire aqui suas dúvidas.


Acompanhe outras publicações da nossa viagem pelo Uruguai e Argentina.




#Argentina #BuenosAires #PuertoMadero

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...